pagina inicial Petrobras
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Dia mundial do oceano: Nosso planeta azul

07/06/2019 - Desde 1992, no dia 08 de junho, é celebrado em mais de 70 países o Dia Mundial dos Oceanos. Leia mais. ↓

Desde 1992, no dia 08 de junho, é celebrado em mais de 70 países o Dia Mundial dos Oceanos, ecossistema que cobre 71% da superfície do planeta e desempenha papel fundamental na manutenção da vida na Terra.

Segundo a cientista referência em vida marinha e condição oceânica Sylvia Earle: ”Os oceanos retêm 97% da água da Terra e abrigam 97% de sua biosfera. O mar controla a química do planeta, lançando na atmosfera a mesma água que voltará para a terra e para o mar através da chuva, da neve, e do granizo, reabastecendo continuamente rios, lagos e aquíferos subterrâneos.” Ela conclui: “sem o azul não haveria o verde.”

Esse processo descrito por Sylvia demonstra o papel imprescindível desse meio na regulagem do clima ao influenciar diretamente a temperatura e a umidade de todo o planeta. Segundo o livro Amazônia Azul,  “O oceano é uma enorme máquina térmica. O Sol aquece nas zonas tropicais e o calor armazenado na água é restituído à atmosfera nas latitudes mais elevadas (polos) estabelecendo um equilíbrio térmico.”

Os oceanos abrigam ainda uma biodiversidade extremamente rica. O fitoplâncton, por exemplo, é responsável pela renovação de boa parte do oxigênio presente na atmosfera. Esse ecossistema serve também de fonte de alimento e de renda para mais de 1 bilhão de pessoas, sendo que duas de cada cinco pessoas vivem perto do mar, e três entre cada sete,  dependem de seus recursos.

O site DeepBlu, um portal focado em ciência oceânica e atividades marinhas, aponta como três as principais ameaças para os oceanos: a pesca, as mudanças climáticas e a poluição.

Diante do papel crítico deste tema para a saúde e prosperidade do planeta, ele ganhou um destaque especial no novo conjunto de Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), lançado pela Organização das Nações Unidas em 2015 com o objetivo de auxiliar no processo de recuperação e conservação do ambiente em que vivemos:

“Objetivo 14. Conservação e uso sustentável dos oceanos, dos mares e dos recursos marinhos para o desenvolvimento sustentável”

Em 2017, as Nações Unidas proclamaram a Década da Ciência Oceânica para o Desenvolvimento Sustentável (2021-2030), período em que terá como foco o apoio aos esforços para reverter o ciclo de declínio na saúde oceânica, através da ciência.

A ONU lançou no mesmo ano a campanha “Mares Limpos” que tem como objetivo conter a maré de plásticos que vem se espalhando pelo mundo. Setenta e cinco países aderiram à iniciativa e comprometeram-se a combater os plásticos descartáveis, a proteger suas águas territoriais e a encorajar mais reciclagem. No Brasil, iniciativas como a criação de leis municipais proibindo o uso de canudinhos têm incentivado e inspirado cidadãos e empresas a darem os primeiros passos no sentido de reduzir o plástico de uso único, sendo essencial que essas ações se ampliem pelo mundo para que os seus resultados comecem a gerar a verdadeira transformação de que o planeta precisa.

Entre também nesta onda! Participe!

Saiba mais:

https://marsemfim.com.br/oceanos-servicos-e-importancia/ 

https://marsemfim.com.br/as-tres-maiores-ameacas-aos-oceanos/

https://marsemfim.com.br/sylvia-earle-uma-vida-no-mar/

https://www.mctic.gov.br/mctic/opencms/ciencia/SEPED/oceanos/IForumOceanos/IForum

https://en.unesco.org/ocean-decade

https://nacoesunidas.org/pos2015/

Visite o site para mais informações: www.tamar.org.br
Fale conosco: centrodevisitantes@tamar.org.br
Projeto TAMAR Praia do Forte/BA - Sede nacional - Tel: 71 3676-1045 / 0321

Tartaruga Tartaruga-verde ou Tartaruga-aruanã

Arembepe - BA

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras